SONHAR ENTRE
AS PÉTALAS DO
TEU CORPO



Minha mão desliza
no teu corpo. Como se
fizesse reparos na
minha alma.

Montanhas e rios no
veludo dos teus seios.

Língua nativa que
desliza pelos poros
traduzindo linguagens
da tua inquietude.

Coração em transe.
Minha cocha entre
as tuas.

Segredos  do que
falo na lâmina afiada
dos teus lábios.

Volúpia da sede
que transborda entre
a lona e as cordas.


Sentidos aguçados
em fio da adaga.

Um corte de saliva
na tua vagina
que alaga.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog